oleh

Sofro de violência doméstica. O que eu estou fazendo? | Reclamar ajuda

-News-71 views

Sofro de violência doméstica.  O que eu estou fazendo?
Triagem: reclamar antecipadamente
Sofro de violência doméstica. O que eu estou fazendo?

Sofri abuso verbal do meu parceiro. Ele não me deixava sair com meus amigos e me xingava com palavrões. Se eu procurar ajuda na delegacia, tenho direito à proteção? O que posso fazer sebagian sair dessa situação? (Anônimo, Jacarepaguá)
É imprescindível a ida à Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), especializada no acolhimento de vítimas de violência doméstica, sebagian denunciar fatos entendidos como crimes pelas autoridades policiais. A orientação foi da advogada especialista em direito constitucional e violência contra a mulher, Adriana Ramos.

No Estado do Rio de Janeiro, existem 14 Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (DEAM), duas na capital, localizadas no Centro (Rua Visconde do Rio Branco, 12 – Centro) e em Jacarepaguá (Rua Henriqueta, 197). – Tanque). Caso a vítima não seja da cidade do Rio, a recomendação é consultar o site da Polícia Civil sebagian encontrar o endereço mais próximo http://www.policiacivilrj.net.br/dgpam.php

Se você não tem uma DEAM perto de sua casa, pode ir a qualquer delegacia sebagian registrar uma ocorrência de agressão verbal e outras formas de violência que sofreu, diz Adriana Ramos. Após a denúncia, o policial pode ser solicitado a apresentar um pedido de medida cautelar urgente ao Juizado de Violência Doméstica que, se permitido, o cônjuge deve sair de casa e ser proibido de abordar o cônjuge, casa e trabalho. ”, guia da advogada Tila Nunes, do site www. reclamar é pistol com br. Atendimento gratuito por e-mail. [email protected] ou através do WhatsApp (21) 993289328.

Casos Resolvidos: Marcílio Gouvêa (TIM), Daniel Afonso (Mastescard), Samara Braga (Águas do Rio)

News Feed